19 de março de 2021 | Nº 229
 

O que será que será?

"É difícil constatar que temos quereres arbitrários e que, dentre eles, há os mais importantes, como o amor" diz Jorge Forbes em seu mais recente artigo para HSM. A psicanálise não vem para tudo explicar. Pelo contrário, frente aos limites da linguagem, a impossibilidade de tudo dizer, ela implica cada um de nós a sustentar esse o que será que será, que não tem nome nem nunca terá do desejo humano.

Por constatar que a psicanálise avança mesmo onde a linguagem falha é que Lacan, diferente de Freud que acreditava só poder atender às neuroses, cria uma clínica que incluiu as psicoses. É o que nos permite hoje avançar na clínica dos novos sintomas, que se dão no curto-circuito da palavra.

Do divã à vida quotidiana, esse indizível nos atravessa. É o que vemos no artigo "Eu Te Amo" de Jorge Forbes e no mini curso online "As Psicoses".

 

  O que será que será?
Nesta edição:

Eu te amo

Não adianta querer explicar essa declaração. "Não adianta fazer DR para tentar entender. Amar, hoje, é verbo intransitivo". Como lidar com o intangível e com o arbitrário em TerraDois? Leia o mais recente artigo de Jorge Forbes para a revista HSM, no site.

Tempo de leitura 15 min

 

 

As psicoses

Acaba de ser relançado, pela Editora Todavia, "Memórias de um Doente dos Nervos", a autobiografia de Daniel Paul Schreber, que serviu de base para o ensaio de Sigmund Freud, "Observações psicanalíticas sobre um caso de paranoia relatado em autobiografia" (1911). Em homenagem a este lançamento, até o final de março oferecemos 50% de desconto para o nosso mini curso online "As Psicoses" com o cupom SCHREBER. Confira o programa do curso.

Tempo de leitura 15 min
Mini Cursos Online IPLA
© 2012-2021 IPLA. CC alguns direitos reservados.