13 de novembro de 2020 | Nº 225
 

A Psicanálise Contra o Bom Senso

Estamos em mares nunca dantes navegados. Frente ao desconhecido, muitos alinham sua bússola ao 'bom senso', "como se houvera um conhecimento intuitivo e universal a ser apelado em momentos de dificuldade" comenta Jorge Forbes. Logo vemos, porém, que não se achou um novo norte para calcular a rota, apenas um tapa-buraco tranquilizador.

A psicanálise não opera pelo senso comum. O desejo humano não se baliza por soluções universais e sim pela resposta singular. Nem o humano, nem a clínica vêm com respostas prontas, tal como vemos nos artigos dessa edição.

  A Psicanálise Contra o Bom Senso
Nesta edição:

O ser humano não é para principiantes

O senso comum pretende dar uma resposta universal de como agir, mas "é tapa-buraco de uma estrada bem mais complexa, divertida e criativa que é a vida humana". Como encontrar novas soluções? Leia o mais recente artigo de Jorge Forbes para a revista HSM, no site.

Tempo de leitura 10 min
 

A experiência do IPLA no atendimento online

O atendimento online é uma prática estabelecida e estudada durante quase 10 anos na Clínica de Psicanálise do Centro de Pesquisa sobre o Genoma Humano e Células-Tronco - USP, uma iniciativa do psicanalista Jorge Forbes e da geneticista Mayana Zatz. É o que relata esse trabalho de Teresa Genesini. Leia no site.

Tempo de leitura 10 min
Curso Online: De Freud a Lacan | A Psicanálise pelos Casos Clínicos
© 2012-2020 IPLA. CC alguns direitos reservados.