23 de outubro de 2020 | Nº 224
 

Para Além dos Standards

Freud criou a psicanálise em uma sociedade de standards que buscavam reger a vida humana. Frente ao padrão tinha de se escolher: adequação ou recusa, escolha insuficiente para o desejo humano. TerraDois rompe com os standards. Isso gera alívio num primeiro momento e logo depois vem a angústia. Como escolher e como operar sem linhas mestras? É essa pergunta que nossa era faz a cada um. Nos textos dessa edição nos confrontamos com o além dos standards. A psicanálise se define, não por seus standards, mas por seus princípios.

  Para além dos standards
Nesta edição:

O Nome & A Rosa

O desejo humano é múltiplo e variável. Nossa sexualidade não acha par na natureza, nem se encerra em um nome. Hoje, em uma sociedade que rompeu com os padrões, legislaremos novamente nosso desejo ou sustentaremos a incompletude humana? É o que questiona esse artigo de Letícia Genesini. Leia no site.

Tempo de leitura 10 min
 

A Virtualidade da Outra Cena

"Uma sessão virtual quebra o standard. Será que se vão os anéis e ficam os dedos?" É o que questiona Helainy Andrade no trabalho apresentado no terceiro Samparioca - Conversação clínica de psicanalistas do Rio e de São Paulo, em torno ao ensino de Jacques Lacan, organizada pelo IPLA e pelo ISEPOL. Leia no site.

Tempo de leitura 10 min
Os 4 conceitos fundamentais da psicanálise - online
© 2012-2020 IPLA. CC alguns direitos reservados.