26 de abril de 2019 | Nº 203
 

TerraDois vira mestrado na PUC-Campinas

“Por que e como a linguagem poética ou artística pode, muitas vezes, comunicar mais e melhor do que a linguagem objetiva?”. Dito de outra forma: por que lembramos mais de histórias do que de relatos factuais? Esta foi a questão que impulsionou a pesquisa de mestrado da jornalista Hebe Rios do Carmo, na Pucamp. Seu objeto de estudo foi o programa TerraDois – criado por Jorge Forbes e produzido pela Tv Cultura. Um trabalho que partindo da comunicação, busca na psicanálise um interlocutor fundamental para o debate da subjetividade no século XXI.

Nesta edição especial temos o prazer de compartilhar na íntegra esse "mestrado", juntamente com um texto exclusivo e sintético sobre as conclusões do trabalho, da própria autora.

Boa leitura.

 
Nesta edição:

Um encontro em TerraDois - Conclusões

“Terra Dois não é apenas uma metáfora que nos ajuda a interpretar a pós-modernidade. É também (...) a geografia que localiza no real de Lacan a resposta para o problema original de minha pesquisa sobre a poética no universo da objetividade”. A jornalista Hebe Rios do Carmo conta, nesse texto, o percurso que a levou a pesquisar e defender uma tese de mestrado sobre o programa TerraDois, e comenta as conclusões de seu trabalho. Leia no site.

Nesta edição: 15 min
 

TerraDois, uma mimese mediada

Leia na íntegra a dissertação de mestrado da jornalista Hebe Rios do Carmo, “Terra Dois, uma mimese mediada: pós-modernidade e psicanálise em narrativas para a TV Cultura – SP”, apresentada em fevereiro deste ano no Centro de Linguagem e Comunicação da Pontifícia Universidade Católica de Campinas. No site.

Sábados no IPLA - As Psicoses - 27/04
© 2012-2019 IPLA. CC alguns direitos reservados.