Saúde

Estamos todos estressados?

Estamos todos estressados?

Elisa Padovan Camillo Andreotti

O termo popularizou-se e é usado para caracterizar diversas situações da vida cotidiana. E então, estamos todos estressados? O que fazer?

O fracasso, o inconsciente e o amor: a experiência de um caso clínico do Projeto Genoma

Nesse caso clínico apresentado na Conversação Clínica do IPLA 2016, o paciente tinha satisfação na “espetacularização da desgraça”. Forbes orienta, como direção de tratamento “lidar com o descompasso entre o trágico e o cômico em sua vida, e também sua dificuldade em enfrentar uma mulher”

A relação sexual existe, e ela está na internet

Deletar é algo muito novo. A tecla Del está mais próxima da foraclusão do que do recalque

Um vaso podre de cabeçadas ou um pot-pourri de aplausos?

NOTA: Esse texto foi comentado na terça-feira 1/11/16, no curso semanal de Jorge Forbes, como memória da aula anterior, dando continuidade ao estudo do tema que trabalha atualmente – as consequências do pós-humanismo na subjetividade humana e a posição da psicanálise.

O Vetor Infinito A Psicanálise e o Direito em Terradois

Esse texto foi apresentado na semana passada, 18/10/16, por solicitação de Jorge Forbes, em seu curso semanal, que trabalha atualmente as consequências do pós-humanismo na subjetividade humana e a posição da psicanálise.

O silêncio no cinema

O silêncio no cinema

Entrevista com Fernando Morais da Costa

Fernando Morais da Costa é referência no estudo do silêncio no cinema. Professor Doutor em comunicação do Departamento de Cinema e Vídeo e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal Fluminense-UFF, foi entrevistado por Lilian Bison, exclusivamente, para O Mundo – visto pela Psicanálise. 

Incerteza Viva. Viva!

Incerteza Viva. Viva!

Dagmar Silva Pinto de Castro

Em um mundo mutante, a arte veio em meu socorro. Diante das certezas da ciência, ela diz: a vida é incerteza 

A dignidade da morte

A dignidade da morte

Clovis Pinto de Castro

Os profissionais da saúde deveriam preparar os pacientes para a morte?

A sedução da deficiência

As paralimpíadas têm sucesso de público nos estádios e nas telas. Não apelam ao politicamente correto, nem à compaixão. Por que nos tocam...?

Depois da receita

Depois da receita

Hélio Teixeira Dias Netto

A Psicanálise tem o papel de reapresentar ao cliente as suas queixas e implica-lo como agente modificador do seu presente e inventor do seu futuro