Educação 2.0

A droga, a fé e o feminino

A droga, a fé e o feminino

Gisele Vitória

Gisele Vitória comenta os três trabalhos apresentados pelos alunos dos Cursos Intermediário e Fundamental “De Freud a Lacan” na Conversação Clínica do IPLA 2016

Desata o nó e o nó diz ata-me

NOTA: Esse texto foi comentado na terça-feira 21/11/16, no curso semanal de Jorge Forbes, como memória da aula anterior, dando continuidade ao estudo do tema que trabalha atualmente – as consequências do pós-humanismo na subjetividade humana e a posição da psicanálise.

Na era da pós-verdade

Na era da pós-verdade

Alain Mouzat

Entramos então na era da “pós-verdade”. E hoje, nesse mundo desprovido de uma única verdade, será a verdade relativa?  

Sessão Curta

Sessão Curta

Jorge Forbes

A prática da sessão curta, ou de tempo variável, serviu  de acusação  contra Lacan e de pretexto para excomunhões e cismas.  Ela constitui, no entanto, um poderoso bisturi clínico. Jorge Forbes, em entrevista à Radio Lacaniana, explica porquê.

A tecnomedicina e a uberização do mundo

Esse texto foi apresentado em 4/10/16, por solicitação de Jorge Forbes, em seu curso semanal, que trabalha atualmente as consequências do pós-humanismo na subjetividade humana e a posição da psicanálise.

De volta para o Futuro

De volta para o Futuro

Gisele Vitória

Os impasses para um projeto pós-humanista, o teorema da incompletude e o soco na exatidão matemática, o transumanismo e a uberização:  este texto é baseado em uma aula do psicanalista Jorge Forbes, ministrada no dia 13 de setembro de 2016, durante o seminário Terra 2. 

Kamasutra de hora marcada

Se o querer é incondicional, o desejo pode ser realizado por partes, deixando sempre um gosto de quero mais

Premio al mérito

Premio al mérito

Patricia Gorocito

Sistemas de evaluación que habían quedado atrás vuelven en la Argentina donde todo se gestiona desde una gerencia que ofrece productos y transforma a los ciudadanos en meros consumidores

Para uma escola solidária

Liberdade igualdade fraternidade, não são só palavras inscritas no frontão das escolas na França: elas são o ideal republicano que a escola tem a carga de pôr em prática e de transmitir

Paternidade participativa

Paternidade participativa

Patricia Furlan

É função de um pai legitimar as escolhas de um filho na vida. Enquanto a mãe autoriza, o pai legitima, afirma o psicanalista Jorge Forbes