Conversação Clínica IPLA 2014 25/05/2019

De Freud a Lacan, pelos casos clínicos

 SÃO BENTO DO SAPUCAÍ – 5 a 7 de dezembro 

O Instituto da Psicanálise Lacaniana – IPLA – retomou em 2014 o seu Curso Fundamental de Freud a Lacan. Ao longo desse ano traçamos o percurso conceitual e clínico da psicanálise desde a sua invenção por Sigmund Freud até a segunda clínica de Jacques Lacan.

A Conversação Clínica do IPLA, que encerra as atividades de 2014, tem como objetivo revisitar os conceitos estudados durante o ano, que serão abordados através da apresentação e discussão de casos clínicos clássicos de Sigmund Freud, intervenções clínicas de Jacques Lacan e casos da Clínica de Psicanálise do Genoma.

A Conversação Clínica terá como âncora duas conferências sobre o tema do amor, apresentadas pelo filósofo Renato Janine Ribeiro e pelo psicanalista Jorge Forbes.

O que é uma conversação?

POR UMA ROSÁCEA. A comunicação visa dissipar o mal-entendido, passar uma informação rápida e sem erro – usa-se a expressão: “informação segura” – a comunicação sonha com a língua universal, ela quer ser útil e suprir as necessidades. A conversação, por sua vez, é exercício do espírito através da palavra dialogada. Sua base foi Atenas, seu promotor, Sócrates. “A conversação, diz Marc Fumaroli em seu amplo estudo sobre o tema, se dá quando se aproxima ao grupo animado de Sócrates e de seus atenienses, ela se apaga quando se distancia de novo. Pode-se discutir, disputar, se entreter, trocar, papear, coloquiar, palavrear, em todas as épocas e em todos os lugares: entrar em conversação é, a partir de Platão, deixar esses modos bárbaros do discurso para entrar no natural da palavra humana, e reconquistar a luminosidade ática. É então que sem esforço reaparece, mesmo que sob formas de faíscas, um pouco do grande brilho do espírito socrático, um pouco da felicidade ateniense que é tranquilidade e liberdade, um pouco dessa ascensão filosófica que é retorno à casa, em casa, numa contemplação coletiva, mais perto da unidade, da verdade, da felicidade. Da multiplicidade dos interlocutores, de suas divergências, de suas dissensões, o espírito de Sócrates consegue fazer uma rosácea onde alguma coisa da unidade inacessível do verdadeiro aparece e, nela, uma felicidade de uma qualidade que nenhum gozo ou possessão mundana saberiam igualar.”

(Trecho de A CONVERSAÇÃO – como método de se manter orientado ao âmago da comunidade analítica, de Jorge Forbes, abril de 1998)

 

PROGRAMAÇÃO

 

5 de dezembro – 6ª feira

16h00 – 17h00 – Café de boas-vindas

17h00 – Abertura – por Jorge Forbes

17h30 – 18h00 – Apresentação de pôsteres:

Caso Dora – por Heloina Araújo, Fanny de Carvalho, Arlete Schinazi

Homem dos Ratos – por Adriana Santos, Claudia de Jesus, Fanny Carvalho, Germano Ossona

Psicanálise na Empresa – por Tatiana Valladares

18h00 – 19h30 – Conferência de Renato Janine Ribeiro: Por que precisamos do amor?

19h30 – 20h00 – Debate coordenado por Jorge Forbes

21h00 – Jantar com música no HUB – em São Bento do Sapucaí

 

6 de dezembro – Sábado

9h30 – 10h00 – Apresentação de pôsteres

Caso Anna O. – por Wânia Alencastro Veiga

Atendimento online – por Garabet Kisajikian Jr.

10h00 – 10h45 – Vídeo Genoma – Do cemitério para a vida – Comentador: Alain Mouzat

10h45 – 11h15 – Caso Katharina – Sigmund Freud. Por Dorothee Rüdiger

11h15 – 11h45 – Caso clínico: Davi e o mito do avô valente – Leda Guerra. Comentadora: Glória Vianna

11h45 – 12h15 – Caso clínico: Anna Bella e o brigadeiro – Italo Venturelli. Comentadora: Liége Lise

12h15 – 15h15 – Almoço no hotel

15h15 – 15h45 – Caso clínico: Uma música sem pausa – Griseldis Achôa. Comentador: José Nogueira

15h45 – 16h30 – Caso Aimée – Jacques Lacan. Por Claudia Riolfi

16h30 – 17h00 – Coffee break

17h00 –19h00 – Conferência de Jorge Forbes: Como juntar os desbussolados?

20h30 – Jantar e festa no hotel

 

7 de dezembro – Domingo

9h30 – 10h00 – Caso clínico: Da Bela indiferença à Responsabilidade – Helainy Andrade. Comentadora: Elza Macedo

10h00 – 10h45 – Vídeo Caso Genoma – O estrategista e a abertura do mundo. Comentadora: Teresa Genesini

10h45 – 11h15 – Alô, Lacan? – É claro que não. Jean Allouch. Por Jorge Forbes

11h15 – 12h30 – Late breaking news e papo final

 
A Conversação se realizará num hotel fazenda, em São Bento do Sapucaí.
As inscrições são limitadas.
Maiores informações no IPLA, com Caetano – telefone (11) 3061-0947

]]>

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *