Sábados no IPLA - Maio/2016

Sábados no IPLA: 21/05/2016 21/05/2016

O corpo na clínica psicanalítica 

Em 21 de maio mais um “Sábado no IPLA”. Desta vez, o destaque é para o corpo na clínica psicanalítica.

O corpo é uma questão fundamental para o psicanalista. Contrariamente ao que se possa pensar, dado que a psicanálise é o tratamento do real pelo simbólico, o corpo sempre teve lugar central na reflexão clínica. O corpo humano não é da mesma biologia que o dos animais, razão pela qual Jacques-Alain Miller pôde intitular um livro de Biologia Lacaniana. Somos anatomizados pelas palavras. Elas nos recortam e fazem outro corpo que não o biológico. As relações da pessoa com seu corpo são instáveis, dada a opacidade de sentido do gozo do corpo. Essa instabilidade explica as diferenças de tratamento pelas quais o corpo passa, desde as primeiras descobertas de Freud sobre o corpo histérico que inaugurava uma anatomia característica desse quadro, até o homem aos pedaços do século 21, atravessado por próteses químicas e tecnológicas que o fazem se sentir perdido em um corpo esfacelado. “De que forma a palavra toca o gozo do corpo?” É a pergunta que nos fará trabalhar neste Sábado no IPLA.

Você está convidado.

Programa

9h00 – 9h30: Café com bolo IPLA 

9h30 – 11h00: Aula Inaugural  Corpo em cenaEduardo Tolentino
Espetáculo. Do sentido ao toque, da palavra ao gesto. Pensar com os pés. Ressonância. O ator.

11h00 – 12h00: Aula 2O corpo e as novas tecnologias – Alain Mouzat
A anatomia é o destino? Corpo fragmentado. A conjunção nanotecnologia, biologia, informática e cognitividade (NBIC). Angústia decorrente. A responsabilidade pelo corpo só pode ser sexual.

12h00 – 12h15: Café com bolo IPLA 

12h15 – 13h15: Aula 3 – Sexo, erotismo, libertinagem, pornografia –  Ariel Bogochvol
Sexus. Sexo animal. Sexualidade desnatural.Instinto e pulsão. Édipo e sexuação. Histórias da sexualidade. Libertinos libertários. Filosofia e alcova. Origens da pornografia. Linguagem obscena. Prostitutas críticas. Pornografia contemporânea. A clínica da pornografia.

13h15 – 15h00: Horário de Almoço

15h00 – 16h00: Aula 4 Corpo e sexuação Dorothee Rüdiger
Körper e Leib. Repúdio ao feminino em homens e mulheres. A mulher não existe? Gozo fálico e gozo feminino. Desigualdade entre homens e mulheres. Relação do corpo com a linguagem. Corporização.  

16h00 – 17h00: Aula de encerramento – Nem tudo pode ter sentido no corpo e na vida de uma pessoaLiége Lise
Caso clínico. A experiência, contato direto com a clínica. Transferência. Além do Édipo. Jogando com o equívoco. Entusiasmo da aposta. O risco da surpresa. Excesso. Novo amor.

Corpo docente:

Eduardo Tolentino diretor de teatro do Grupo TAPA. Entre os prêmios que o Grupo TAPA recebeu estão: Shell, Mambembe, Molière, APCA.

Alain Mouzat doutor em Linguística, professor na FFLCH – USP e no IPLA; psicanalista.

Ariel Bogochvol médico psiquiatra da Secretaria de Saúde de SP; psicanalista.

Dorothee Rüdiger psicanalista; doutora em Direito pela USP, professora na PUC- Santos e no IPLA.

Liége Lise psicanalista, professora e coordenadora da Clínica de Psicanálise do IPLA.

Deixe uma resposta