Sábados no IPLA: O Avesso da Psicanálise - Chaves de Leitura para o Seminário 17 de Jacques Lacan

Sábados no IPLA 2018

O Avesso da Psicanálise – Chaves de Leitura para o Seminário 17 de Jacques Lacan

Curso em 4 aulas

24 de março de 2018

  

O Seminário 17 O avesso da Psicanálise é uma virada no ensino de Jacques Lacan. Transição para o que se denomina seu último ensino. O mundo estava em rápida mudança, os laços sociais se modificando e novos sintomas surgindo. Considerando que  cabe à psicanálise, não só  acompanhar o cenário, a subjetividade de sua época, mas também intervir no mundo, Lacan passa da clínica do significante para a clínica do real e seu Seminário abre para a interpretação do novo laço social. Formaliza as posições discursivas que movem nosso mundo, representadas por  quatro discursos: discurso universitário (DU) ligado ao saber, discurso do mestre (DM) associado ao poder, discurso da histérica (DH) vinculado ao sintoma e discurso do analista (DA), à causa do desejo. É contundente a afirmação de Lacan: “O que prefiro é um discurso sem palavras.” Faz-se necessário que a pessoa se inscreva em um desses discursos, pois fora do discurso, desatada de um laço social, enlouquece. Lacan faz da psicanálise o avesso do discurso do mestre, o qual é massificante. O discurso analítico, que tem como pedra de toque o objeto causa do desejo, seria aquele que singulariza.

Ele relê o caso Dora apresentado por Freud para indicar que uma clínica baseada no complexo de Édipo mostrava-se insuficiente numa sociedade em que a figura do pai foi pluralizada. Então, neste Seminário 17, Lacan vai além do Édipo. Chega, no desfecho do Seminário, à questão da vergonha ligada à singularidade absoluta da pessoa e em que está concernido o real.

Estas são chaves de leitura que serão apresentadas no próximo Sábado no IPLA, em 24 de março.

Data: 24 de março de 2018
Horário: 9h00 – 14h00                                                                                                         
Local: IPLA, Rua Augusta, 2366 – Casa 2, São Paulo
Telefones: (11) 3061-0947 e (11) 3081-6346
Valor: R$ 280,00. Alunos do IPLA e estudantes até 25 anos têm desconto de 20%. 

Curadoria:  Elza Macedo
Coordenação científica: Jorge Forbes

 

Programa

9h – 9h30 Café com bolo IPLA 

9h30 – 10h30  Aula 1  Do simbólico freudiano ao real lacaniano – Elza Macedo
O avesso da psicanálise. A linguagem é a condição do inconsciente. Do “sujeito do inconsciente” ao “ser falante” (parlêtre). Da impotência à impossibilidade. O impossível é o Real.

10h30 – 11h30 Aula 2 – “O que prefiro é um discurso sem palavras” – Alain Mouzat
Produção dos quatro discursos: Discurso Universitário. Discurso do Mestre. Discurso da Histérica. Discurso do Analista.

11h30 – 12h00 Café com bolo IPLA

12h00 – 13h00  Aula 3A clínica para além do complexo de Édipo – Dorothee Rüdiger
O papel da mãe é o desejo da mãe. O que vem ser a função do pai? Caso Dora. Verdade como semi-dizer. O analista: da interpretação à consequência.

13h00 – 14h00 Aula de encerramento – O avesso da vida contemporâneaLiége Lise e Teresa Genesini
A angústia não é sem objeto. Causa do desejo. O que quer uma  mulher? Vergonha. A posição do analista. O ato analítico.