Você escreve, a gente responde.

Não tem cadastro? Clique aqui é gratuito.

Quero me responsabilizar pela minha vida, mas o peso do meu passado é muito grande e vejo poucas chances de mudança. Não posso nascer de novo. Tenho que suportar as consequências do que fiz. Como?

Data envio: 30/10/2015
Categoria: Meu Sintoma

Quero me responsabilizar pela minha vida, mas o peso do meu passado é muito grande e vejo poucas chances de mudança. Não posso nascer de novo. Tenho que suportar as consequências do que fiz. Como?

Pseudonimo: Sísifo

Caro Sísifo,

Na sua pergunta, já há a chave da resposta. Responsabilidade e Consequência.

Penso que já és um praticante da psicanálise ou leitor da literatura analítica, não?

No mito de Sísifo, pseudônimo que adotas. O personagem desafiou os deuses; quando capturado sofreu uma punição: para toda eternidade, ele teria de empurrar uma pedra de uma montanha até o topo; a pedra então rolaria para baixo e ele novamente teria que começar tudo novamente. Metáfora da existência humana sobre a terra? A psicanálise não legitima o sacrificio. Ela dá sustentação para suportarnos a vida, - dando suporte às escolhas a partir de respostas inventivas e não repetitivas e paralisantes. Essas são marcadas pelas ficções do passado.

A respinsabilidade psicanalitica é um operador ético diante das nossas escolhas e ações. Diante também do acaso. É um sinônimo de um princípio norteador à existência. Reflexo da postura da pessoa diante das suas contingências. Atitude que pauta as escolhas espontâneas e forçadas de uma pessoa, - forçada porque é decidir no indecidível e no saber incompleto.

Há um livro, prêmio Jabuti,  em que sua pergunta está problematizada a partir da psicanálise que praticamos no IPLA. É de Jorge Forbes, intitulado, Inconsciente e responsabilidade: uma psicanálise para o século XXI.

Te agradeço pela pergunta e interlocução.

Um abraço.
Liége Lise

Respondido por: Lige Lise

Clique aqui para visualizar outras perguntas desta categoria.

Clique aqui para voltar à página inicial da seção Alô, Psicanálise.

Veja Também
Os anos rebeldes e amor de cabelos grisalhos Os anos rebeldes e amor de cabelos grisalhos
Estamos todos estressados? Estamos todos estressados?
Sigmund Freud e os memes nas redes sociais Sigmund Freud e os memes nas redes sociais
Jacques Lacan e a Psicanálise do Século XXI Jacques Lacan e a Psicanálise do Século XXI